Publicidade

Tranca na janela

Denise Rothenburg - Correio Braziliense

Os partidos cujos estatutos determinam um ano de filiação partidária para seus candidatos a mandatos eletivos terão problemas em se beneficiar desse período de troca-troca partidário, conforme alertará em breve nova decisão do Tribunal Superior Eleitoral.

Assim, vários partidos ficarão sem muita margem de manobra para buscar candidatos de última hora às eleições municipais.

O PSDB escapou por pouco, uma vez que mudou seu estatuto no ano passado.

O PMDB, entretanto, fixa o prazo de filiação de um ano antes da data da eleição para que seus filiados possam concorrer a mandatos eletivos. Ou seja: quem entrar agora no partido corre o risco de não conseguir ser candidato.