Publicidade

Vigilância Sanitária identifica descarte irregular em Serra Talhada



O descarte irregular de ossada animal dentro do mercado público de Serra Talhada obrigou a Vigilância Sanitária a intervir no local, nesta quinta-feira (28), apreendendo mais de 100 kg do material para incineração. Atendendo ao chamado da direção do espaço, equipes da vigilância identificaram que o descarte de ossos estava sendo realizado dentro da chamada câmara fria, local reservado apenas para o armazenamento de carnes.

Em conversa com um blog local, por telefone, o coordenador da Vigilância, Ailton Nascimento, minimizou o caso afirmando que havia sido realizada uma inspeção de rotina no mercado público. Porém, estranhamente, ele se negou a prestar maiores informações a nossa reportagem, desligando o telefone e deixando perguntas sem respostas.

Integrantes da equipe da vigilância informaram a nossa reportagem que o material apreendido foi encaminhado para incineração no lixão de Serra Talhada e o descarte da ossada dentro da câmara fria do mercado é uma prática irregular.