Publicidade

Vazão do São Francisco será mantida em 800m³/s, mesmo com chuvas

Pelo menos até o final de março, a vazão de 800 metros cúbicos por segundo, a partir do reservatório de Sobradinho-BA, deverá ser mantida no Rio São Francisco. A decisão foi tomada em mais uma reunião realizada pela Agência Nacional de Águas (ANA), em Brasília, nessa segunda-feira (25). O encontro foi transmitido por teleconferência para os estados integrantes da bacia. O presidente do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), Anivaldo Miranda.

No decorrer da reunião, houve a informação por parte dos técnicos da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf) de que os últimos dias de chuva, registrado na bacia do Rio São Francisco, resultaram em uma precipitação de 120 milímetros acima da média histórica. Com isso, a previsão é de que o nível do reservatório de Sobradinho atinja o patamar de 4,8% e o de Três Marias (MG) chegue a 21%.

O estudo ainda indica que o nível do reservatório mineiro pode chegar a 20% e o da Bahia deverá atingir 8% até o final de janeiro. Mesmo com os números positivos, o setor elétrico alega que “não há motivo para alterar a defluência” dos reservatórios.