Publicidade

Prefeito de Santa Cruz do Capibaribe tem bens bloqueados pela Justiça



Por Igor Maciel

O prefeito de Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste de Pernambuco, teve os bens bloqueados no valor de R$ 1.685.887,80, por contratos fraudulentos com a empresa KMC Locadora. A determinação foi do juiz Hildemar Macedo de Morais, da Vara do Tribunal do Júri de Caruaru, deferindo pedido do Ministério Público de Pernambuco (MPPE).

Além do prefeito, a chefe de gabinete Áurea Priscilla Ferreira e outras cinco pessoas, integrantes da comissão de licitação, foram denunciadas pelo MPPE, que impetrou o processo por improbidade administrativa. A KMC Locadora, a RC e MC Comércio de Locação de Veículos e a Malta Locadora, empresas que realizaram contratos com a Prefeitura também foram citadas.

De acordo com a sentença, os contratos foram realizados em 2013, por meio de decreto emergencial fraudulento e “procedimento de licitação enganoso afim de legitimar contratação direta e direcionada com empresa preestabelecida”, além de contratação de empresa fantasma.