Publicidade

Miguel Coelho critica valores abusivos nos voos Recife/Petrolina



Os altos preços das passagens para voos comerciais entre o Recife e Petrolina foram tema de debate, nesta terça-feira (04), na Assembleia Legislativa. O deputado estadual Miguel Coelho (PSB) criticou as companhias aéreas que fazem a rota entre a capital pernambucana e o Sertão e classificou as tarifas como abusivas.

De acordo com o deputado, viajar de avião para Petrolina está ficando mais caro do que sair do País. “Fiz um levantamento rápido da média das passagens cobradas e o valor é superior a R$ 900,00, chegando até a R$ 1.500,00 por trecho. Muitas vezes é mais barato ir para a Colômbia ou Argentina do que ir para o Sertão”, reclamou o socialista.

Para Miguel, os valores cobrados ficaram ainda mais injustificados após o Governo do Estado reduzir os impostos cobrados às companhias aéreas. “O governador Paulo Câmara teve a sensibilidade de reduzir o ICMS do querosene de avião, mas o que vemos é que a lei foi aprovada, os voos para o Sertão diminuiram e os preços continuam altos.”

No ano passado, o aeroporto de Petrolina registrou quase 500 mil embarques e desembarques de passageiros, 5% acima da movimentação ocorrida em 2013. “Esse número é outra comprovação de que as empresas não tem justificativas para aumentar tanto os valores das passagens, pois o número de passageiros não diminuiu e as operadoras agora tem mais incentivos fiscais”, explicou o deputado.