Publicidade

Ministério da Integração libera socorro a 50 municípios de Pernambuco



Da Folha PE

Dos 126 municípios pernambucanos em estado de emergência por causa da seca, 50 serão socorridos este mês. O Ministério da Integração Nacional autorizou a transferência de R$ 9,6 milhões para o Governo de Pernambuco, conforme promessa do ministro Gilberto Occhi, no mês passado. Os recursos serão utilizados na execução de ações emergenciais, como o fornecimento de água potável por meio de caminhão-pipa para sete microrregiões do Agreste e do Sertão.

A ajuda deve aliviar a situação pelos próximos cinco meses, sobretudo, em18 cidades que se encontram em situação de colapso. Os nomes dos municípios, porém, não foram divulgados pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). De acordo com os cálculos da estatal, responsável pela escolha das localidades beneficiadas, serão contratados 251 caminhões-pipa com o recurso. A frota será capaz de transportar mais de 2,5 milhões de litros de água, atendendo cerca de 1,1 milhão de pessoas.

Ao todo, o ministro Occhi prometeu o repasse de R$ 20 milhões para o Estado aplicar em ações de combate aos efeitos da seca. Os R$ 10,4 milhões restantes serão investidos em um conjunto de obras, que aguardam a aprovação dos projetos pelo Ministério da Integração Nacional. Por se tratar de intervenções emergenciais, a expectativa é de que os recursos venham até o fim do mês. A implantação do sistema de captação flutuante no Reservatório de Jucazinho, atualmente com menos de 4% da capacidade, será beneficiado pelo segundo pacote e poderá ser o primeiro do Estado a ter seu volume morto extraído. Segundo a planilha apresentada pela Compesa, o sistema está orçado em R$ 1 milhão.

Além de Jucazinho, para o Agreste, o pacote de intervenções emergenciais prevê a construção da Adutora Tabocas-Piaça, em Belo Jardim, ao custo de R$ 3 milhões. Para Lajedo serão aplicados mais R$ 1,6 milhão na duplicação do Sistema Pau-Ferro, incluindo barragem e adutora, e em Buíque, a estratégia da estatal é investir R$ 2 milhões na perfuração de poços na Bacia do Jatobá e reforçar o abastecimento da cidade.

No Sertão, serão duas microrregiões contempladas com obras emergenciais orçadas em R$ 2,8 milhões. No Sertão do Moxotó, os recursos federais serão investidos na recuperação da Adutora de Cruzeiro do Nordeste para Sertânia. As cidades de Tuparetama, Ingazeira e Iguaraci, no Sertão do Pajeú, receberão água a partir da interligação do Sistema Adutor do Pajeú à Adutora do Rosário.