Publicidade

Evilásio vê cinismo do governo sobre matadouro: "poderosos podem comprar Friboi"



Por Revista Geral | Foto: Rafael Diniz

Araripina — Pegando carona nos fatos negativos que miram o matadouro público do município, o vereador Evilásio Mateus(PDT) questionou a responsabilidade das condições sanitárias do local novamente interditado no dia 03 de julho em consequência de um série de irregularidades apontadas em laudos da Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco – ADAGRO e pela Agência Estadual de Meio Ambiente – CPRH.

Segundo Evilásio, o governo municipal teria investido cerca de R$ 530 mil em reforma — realizada após a penúltima interdição — que não se adequou as exigências da ADAGRO e CPRH.  

O parlamentar polemizou o discurso, afirmando que, membros do governo agem com cinismo ao culpar o vereador Genival (PDT), autor das denúncias aos órgãos fiscalizadores, pela interdição do abatedouro. 

— "Não me importa se vereador aliado ao prefeito ache ruim. Se funcionário da prefeitura que ganha(salário) pra atacar os outros ache ruim. Se prefeito ache ruim. Se os poderosos que podem comprar carne da Friboi ache ruim. Eu vou defender aqueles que compram carne dos animais abatidos aqui em Araripina," provocou.