Publicidade

Secretário aponta estrutura precária do Chapadão e lamenta suspensão do Bode



O secretário de Esportes e Lazer, Amon Nunes, concedeu coletiva de imprensa ontem (25), na Câmara de Vereadores, com a presença de vários desportistas, vereadores e imprensa. O secretário mostrou um laudo fotográfico do estádio municipal Gilson Tiburtino de Souza, o Chapadão do Araripe, que apontou um completo abandono da infraestrutura. O gramado está totalmente destruído e as arquibancadas e vestiários possuem infiltrações, ferros expostos e iluminação precária.

Ainda na coletiva, Amon Nunes apresentou números preliminares dos débitos do Araripina Futebol Clube, o Bode do Araripe, que chegam a quase R$ 260 mil com atrasos em salários de 2015, fornecedores, prestadores de serviço e débitos trabalhistas. Além disso, o clube cumpre suspensão de dois anos – até 2019 – das competições oficiais pela ausência de prestação de contas de anos anteriores. O secretário também apresentou imagens das condições precárias da quadra municipal da AEDA e informações a respeito da Liga.

Amon enfatizou as ações que a secretaria irá promover ao longo deste ano, com especial atenção aos esportes amadores como futebol, futsal, vôlei, basquete, handebol e outros.
“Temos o aval do prefeito Raimundo Pimentel para criar um calendário anual de atividades para os esportes amadores, que serão prioridade em nossa secretaria. Além de incentivar a prática desportiva, as atividades vão ficar afastados dos problemas sociais que afligem a juventude”, destacou.





“O problema do Pacto é a ausência do governador na gestão da segurança”, afirma Armando

Ao analisar recentes declarações do sociólogo José Luiz Ratton sobre a derrocada do programa estadual Pacto Pela Vida, o senador Armando Monteiro (PTB) aponta que o principal problema do programa é a ausência do governador na gestão da segurança pública. O líder petebista destaca que a avaliação de Ratton ratifica com o sentimento da população pernambucana, que, nos últimos anos, vem sentindo cada vez mais a insegurança bater à porta e teme sair às ruas, devido ao recrudescimento dos índices de homicídios em todas as regiões do Estado.

“Um dos principais idealizadores do Pacto pela Vida, José Luiz Ratton, confirma o que todo pernambucano já vem sentindo há muito tempo. O desmonte do programa Pacto Pela Vida não é causado pela crise econômica, como afirma o Governo de Pernambuco: o principal problema é a ausência do governador na gestão da segurança pública”, afirma Armando Monteiro, fazendo referência a declarações concedidas por Luiz Ratton ao jornal Valor Econômico desta quarta-feira (25).

Ao Valor, o sociólogo afirma que o problema do Pacto Pela Vida “é anterior à crise econômica” que abateu Pernambuco, conforme alega o Governo do Estado, ao justificar a derrocada do programa de segurança pública. Ratton foi um dos idealizadores do Pacto e foi assessor especial de segurança durante os anos de 2007 a 2012.

Segundo o senador, ao se analisar o balanço da criminalidade em Pernambuco nos últimos três anos, fica claro o completo retrocesso do programa de segurança pública, com aumento de 44% no número de homicídios e a volta aos patamares do ano de 2007, quando o programa foi implantado. “No Nordeste, estados como Alagoas, Ceará, Sergipe e Rio Grande do Norte tiveram melhor desempenho em 2015. A derrocada do Pacto pela Vida chama a atenção do Brasil. O que seria esperança em termos de modelo se transforma numa desilusão”, lamenta Armando Monteiro.

O senador critica ainda o fato de o investimento em segurança este ano, considerando a inflação, ser proporcionalmente menor do que o ano passado. “Em Pernambuco, o ajuste fiscal tem sido feito com corte em áreas essenciais, e com sacrifício da população”, conclui.

TJPE faz mutirão para para julgar processos de réus que estão presos

G1

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) dará início, nesta quinta-feira (26), a um mutirão para julgamento de processos de réus que estão presos. Todos tramitam nas comarcas do Recife e Região Metropolitana e de Caruaru e demais áreas do Agreste e encontram-se prontos para sentença. Segundo o TJPE, na capital e Grande Recife, há 581
processos nessa situação.

Em Pernambuco, estão previstos dois mutirões para julgar processos de réus que se encontram presos. As ações foram definidas pela Comissão de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário.
Na sexta-feira (23), o presidente do TJPE, desembargador Leopoldo Raposo, informou que foram designados 17 juízes para as duas Centrais de Agilização Processual. No Recife, a unidade funcionará no Fórum Rodolfo Aureliano, na Ilha Joana Bezerra, na área central.

O mutirão que começa nesta quinta terá duração de 60 dias. A inciativa pode ser prorrogada por mais dois meses. O presidente do TJPE ressaltou a importância da ação. A meta é cada vez mais julgar os processos de presos provisórios

Segundo ele, a Central de Agilização Processual receberá os processos de réus presos para julgamento, deixando as varas com maior liberdade para instruir os processos em andamento. Designado para coordenar o mutirão, o juiz Gleydson Lima afirmou que a central já está recebendo os processos.

A Central de Agilização, segundo o TJPE, vem dando bons resultados. No interior de Pernambuco, do fim de junho até dezembro do ano passado, cerca de 26 novos juízes proferiram 10.002 sentenças, 5.370 despachos e 773 decisões, somando mais de 16 mil atos processuais, tanto cíveis como criminais. Na Capital, oito juízes da Central julgaram aproximadamente 10. 273 ações cíveis no período de 24 meses.

O desembargador Leopoldo Raposo reforçou que Pernambuco vem agindo de acordo com as orientações do Supremo Tribunal de Justiça (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para minimizar a crise penitenciária. No Estado, as audiências de custódia foram iniciadas em agosto de 2015. Até dezembro de 2016, ocorreram 7.464.

Problemas

Na quarta-feira (25), o governo do estado recebeu a informação de que terá 20 dias para apresentar ao Ministério Público Federal (MPF) um programa de reestruturação dos setores do Complexo Prisional do Curado, localizado no bairro do Sancho, na Zona Oeste do Recife. O prazo foi estabelecido durante uma reunião do Fórum de Acompanhamento das Medidas Impostas pela Corte Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), da Organização dos Estados Americanos (OEA).

Horas antes desse encontro, detentos da Penitenciária Agroindustrial São João, em Itamaracá, no Grande Recife, participaram de um princípio de tumulto. A unidade, de regime semiaberto, de acordo com os presidiários não dispõe de medicamerntos e de atendimento médico adequado. Na madrugada de quarta, um apenado morreu, o que provocou um protesto.


Governo de PE assegura infraestrutura hídrica para a população rural de Petrolina

Cumprindo os compromissos assumidos, o governador Paulo Câmara e o secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota, estiveram em Petrolina, onde inauguraram quatro sistemas de abastecimento de água e assinaram ordem de serviço para a construção de oito barragens. Houve ainda a entrega de um caminhão equipado com baú frigorífico para auxiliar na comercialização dos produtos da agricultura familiar.   

Os sistemas simplificados de abastecimento, no qual foram empregados R$ 2,6 milhões, vão permitir o acesso a água de qualidade a 2.790 pessoas nas comunidades de Ponta da Serra I e II e Porteiras I e II. 

Já as barragens, que serão instaladas para amenizar os efeitos da estiagem que assola a região, terão investimentos da ordem de R$ 800 mil, fruto de emenda do então deputado Miguel Coelho (PSB). Com prazo de conclusão de 90 dias, a expectativa é beneficiar 430 famílias, um universo de aproximadamente 2.150 pessoas.  

Com objetivo de apoiar o escoamento e a comercialização dos produtos da agricultura familiar e de grupos de mulheres, jovens, quilombolas e assentados do Sertão do São Francisco, também foi entregue um caminhão com baú frigorífico.  

"Esse conjunto de ações representa melhoria na qualidade de vida da população rural. É um novo momento, de construir parcerias com o prefeito Miguel Coelho para levar cada vez mais desenvolvimento ao município", pontuou o secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota.

Contribuição Sindical Rural vence dia 31 de janeiro

Os produtores rurais (pessoas jurídicas) enquadrados como empresários ou empregadores têm até o dia 31 de janeiro para efetuar o pagamento da Contribuição Sindical Rural (CSR) referente ao exercício de 2017. A Federação da Agricultura do Estado de Pernambuco (Faepe) alerta os contribuintes para que fiquem atentos ao prazo a fim de evitar acréscimo de encargos legais.

As guias são emitidas com base nas informações prestadas pelos contribuintes nas Declarações do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR), repassadas a CNA pela Secretaria da Receita Federal (SRFB).  A CRS é a principal fonte de custeio das entidades sindicais e tem suas porcentagens divididas entre o Ministério do Trabalho e Emprego (20%), Confederação (5%), Federações (15%) e Sindicatos (60%). Os produtores que não possuem imóveis rurais e não declaram o ITR, têm seus cálculos efetivados pelo capital social da empresa.

O recolhimento é obrigatório a todos os integrantes da categoria representada pelos sindicatos, independente de filiação como associado. Devem realizar o pagamento todos os produtores pessoas jurídicas, que possuem imóvel rural, com ou sem empregados, que tenham atividade econômica rural, enquadrados como empresários ou empregadores rurais, conforme exige a CLT.

A falta de recolhimento da CSR até o vencimento (31) ocasiona juros, multa e atualização monetária previstos na CLT. Em caso de inadimplência, o produtor poderá ser acionado judicialmente. O não pagamento também deixa o produtor impossibilitado de obter registro ou licença para funcionamento, assim como é impedido de participar de processos licitatórios. Em caso de não recebimento, perda ou extravio, o contribuinte deverá emitir a 2ª via no site Canal do Produtor. Para maiores esclarecimentos, os produtores do Estado devem entrar em contato com o Departamento Sindical da Faepe, pelo telefone (81) 3312 - 8966. 

Atuação de Lucas Ramos garante revitalização da orla de Santa Maria da Boa Vista

O Sertão do São Francisco ganhará uma nova atração turística. O Governo de Pernambuco abriu nesta terça-feira (24) a licitação que definirá a empresa responsável pela requalificação da orla de Santa Maria da Boa Vista. A conquista é fruto da articulação do deputado estadual Lucas Ramos, que atuou junto à Secretaria Estadual de Turismo, Esportes e Lazer para destinar os recursos necessários para o serviço.

A empresa que realizará os trabalhos será conhecida em fevereiro. “Vamos investir mais de R$ 1 milhão e 700 mil na nova orla, que estará acessível e contará com equipamentos de lazer, acessibilidade e turismo”, antecipou Lucas Ramos. “Estamos felizes hoje pela abertura do processo licitatório e vamos ficar ainda mais alegres quando a nova orla for entregue, deixando Santa Maria ainda mais bonita”, comemorou Lucas.

O parlamentar destacou o compromisso do Governo em revitalizar áreas com potencial turístico e investir na economia do setor. “O governador Paulo Câmara e o secretário de Turismo, Esportes e Lazer, Felipe Carreras, demonstram mais uma vez que estão atentos ao potencial de cada região e sabem que a nova orla vai beneficiar moradores e aquecer a economia da cidade atraindo visitantes durante o ano todo”, detalhou Lucas.

O edital está disponível na Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco e pode ser acessado pelo endereço www.setur.pe.gov.br.


Com novas regras do seguro-desemprego, mais de um milhão ficam sem o benefício

Estadão

As normas mais rigorosas do seguro-desemprego geraram uma economia de R$ 3,8 bilhões no ano passado, informou nesta segunda-feira, 23, o Ministério do Trabalho.

Segundo o órgão, em 2015 e 2016, 14,6 milhões de pessoas solicitaram o seguro-desemprego. Se estivessem em vigor as regras anteriores, o número seria de 15,7 milhões, segundo estimativas da Pasta. Ou seja, com a mudança nas exigências mais de um milhão de trabalhadores (1.135.444) ficaram sem o benefício.

Foram desembolsados R$ 70,4 bilhões nesses dois últimos anos. O gasto teria sido de R$ 74,3 bilhões caso não tivessem ocorrido as alterações.

Antes de 2015, uma pessoa demitida podia pedir o seguro-desemprego pela primeira vez se tivesse, pelo menos, seis meses de trabalho formal antes da demissão. Com a alteração, o tempo mínimo de trabalho subiu para 12 meses trabalhados no último ano e meio. Para o segundo pedido, são necessários nove meses de trabalho nos últimos 12 meses anteriores à dispensa. Nas demais solicitações, a carência é de seis meses de trabalho.

Somente em 2016, os pagamentos do seguro-desemprego totalizaram R$ 36,7 bilhões. De acordo com o ministério, 93,4% dos trabalhadores que pediram o benefício foram contemplados. O seguro foi pago a mais de 7 milhões de trabalhadores com carteira assinada, quase 138 mil empregados domésticos e 558 mil pescadores artesanais. Além disso, 740 pessoas retiradas de situação de trabalho forçado ou análoga à de escravo também tiveram direito ao benefício.

Diretores da FIEPE se reúnem com prefeito de Araripina, Raimundo Pimentel



A Unidade Regional Sertão do Araripe da FIEPE, sediou na tarde desse sábado, 21, uma reunião com a participação do prefeito de Araripina, Raimundo Pimentel e secretários de governo juntamente com o diretor administrativo da Federação, Felipe Coêlho e o diretor regional, Francisco Alves.

O encontro teve como objetivo apresentar as instituições que compõem o Sistema Indústria em Pernambuco e as políticas desenvolvidas pela FIEPE em prol do desenvolvimento industrial pernambucano. Felipe Coêlho apresentou dados estatísticos do setor como o índice de confiança dos empresários industriais, a geração de empregos no setor e os principais desafios apontados pelos industriários que são regularmente colhidos através de sondagens da FIEPE.

Os empresários que fazem parte do Conselho Empresarial da Unidade do Araripe também participaram da reunião e puderam expor os pleitos que esperam que a Prefeitura de Araripina contribua. Dentre eles estão o cumprimento da fiscalização de novas indústrias durante a expedição do Alvará de funcionamento emitido pela Prefeitura, o apoio para a emissão de licenças ambientais através de parcerias com órgãos reguladores como a CPRH e IBAMA e o fortalecimento da produção científica em prol da indústria através de convênios com a Autarquia Educacional do Araripe.

O prefeito de Araripina, Raimundo Pimentel, destacou a importância das atividades da FIEPE para a cidade e informou que a Prefeitura está formando o Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico, onde a FIEPE terá um assento garantido para levar as demandas. Pimentel também falou sobre o Movimento Brasil Competitivo e a retomada das obras do programa Minha Casa Minha Vida.

A reunião teve a presença de empresários do setor gesseiro e da presidente do SINDUSGESSO, Ceissa Campos Costa e de representantes da panificação, bacia leiteira e construção civil. A Unidade Regional do Araripe ao longo do ano irá convidar todos os prefeitos da região para um encontro sobre a indústria.


Ministros do STF divergem sobre escolha de relator

Estadão 

Enquanto a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, não se manifesta sobre quem vai assumir a relatoria da Operação Lava Jato, ministros da Corte ouvidos pelo Estado divergem sobre como a escolha deveria ser feita. O caso era relatado por Teori Zavascki, que morreu na quinta-feira passada em desastre de avião, em Paraty, no litoral do Rio.

Em caráter reservado, ministros defendem que os processos sejam remetidos a um dos integrantes da Segunda Turma da Corte – da qual Teori fazia parte. Neste caso, a relatoria ficaria com Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Dias Toffolli ou Celso de Mello. Outros alegam que, como há investigados julgados no plenário – caso do atual presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB) –, a distribuição deveria ser feita entre todos os demais magistrados do Supremo.

Entre os ministros, há também quem defenda que Cármen Lúcia deveria seguir à risca o regimento interno, remetendo o caso ao substituto de Teori na Corte. Esta possibilidade, porém, esbarra na intenção do presidente Michel Temer, declarada durante o velório de Teori, de só indicar um novo ministro após definida a relatoria da Lava Jato pelo Supremo.

Se outros artigos do regimento forem seguidos, ainda é possível que casos urgentes sejam encaminhados aos ministros revisores da Lava Jato. Na Segunda Turma, o revisor é o decano, Celso de Mello. Já no plenário, o revisor é Luís Roberto Barroso.

A definição de quem ficará responsável pela Lava Jato no Supremo abriu uma discussão nos meios jurídico e político sobre o futuro da operação. A preocupação é se o novo responsável pelos processos no Supremo vai manter o caráter técnico com o qual Teori costumava conduzir o caso. A Corte julga investigados com foro privilegiado, como parlamentares e ministros de Estado.

Urgência

Uma demanda considerada urgente na Corte é dar andamento ao processo de homologação das 77 delações de executivos da Odebrecht. A equipe de Teori trabalhava no material mesmo durante o recesso, mas após a morte do relator tudo foi paralisado. De acordo com dois ministros ouvidos pelo Estado, a probabilidade de Cármen Lúcia homologar as delações até o dia 31 de janeiro, durante o recesso do Judiciário, é baixíssima.

Primeiro, porque acreditam que não há previsão legal ou regimental para tal ato. Para um ato urgente, será necessário definir o novo relator e considerar que há urgência em validar a delação como prova.

Em segundo, os ministros acreditam que não faz parte do perfil da presidente do Supremo tomar uma decisão desse nível sozinha. A avaliação é de que ela deve promover conversas informais sobre o assunto com os colegas. Os ministros estão prontos para iniciar a discussão interna. Há quem considere a possibilidade, entre assessores e ministros, de antecipar a volta das férias.

Silêncio

Por ora, ministros aguardam os primeiros sinais para saber como Cármen Lúcia vai agir. E consideram que deverão participar da decisão, tão logo ela dê abertura. No fim de semana, a ministra optou pela discrição.

A presidente do Supremo retornou a Brasília logo após participar do velório de Teori, anteontem em Porto Alegre. Na cerimônia fúnebre, evitou conversas até mesmo com os próprios colegas de Corte.

Apesar de ter sido a primeira integrante do STF a chegar ao velório de Teori, esteve apenas em alguns momentos no plenário do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4), onde estava o caixão. Por isso, não encontrou com os demais ministros no local: Dias Toffoli – um dos mais emocionados –, Gilmar Mendes, Edson Fachin e Ricardo Lewandowski.

Cármen também não acompanhou os ministros em almoços após o velório. Toffoli e Lewandowski dividiram mesa em uma churrascaria famosa na cidade. Já Gilmar saiu mais cedo, após almoçar com o ministro-chefe da Casa Civil e um dos homens fortes do governo Temer, Eliseu Padilha.

A ministra ficou com a família de Teori no local do velório, onde posou para fotos, mas não falou com a imprensa. / COLABOROU RAFAEL MORAES MOURA


A UPAE Garanhuns participou do acolhimento da Gerência Regional de Saúde aos novos secretários municipais de saúde, na última terça-feira (17), no auditório da FUNASA, em Garanhuns. O encontro, coordenado pela gestora regional de saúde, Catarina Tenório, serviu para apresentar a estrutura da Rede SUS regional, as coordenações da Geres e instituições como o Hospital Regional Dom Moura e a UPAE - Unidade Pernambucana de Atendimento Especializado. Ana Paula Melo, da Secretaria Estadual de Saúde, representou o secretário Iran Costa no encontro.

O Coordenador Geral da UPAE, Gustavo Amorim, fez a apresentação dos serviços oferecidos aos pacientes dos 21 municípios de abrangência da regional de saúde. "Em 2016 foram mais de 100 mil procedimentos, incluindo consultas e cirurgias, e realizamos mais de 160 mil exames. A UPAE é uma conquista regional, e por isto, deve ser tratada com carinho pelas secretarias municipais". O gestor apresentou vários dados, principalmente as especialidades oferecidas e o fluxo do atendimento. Os coordenadores Franco Junqueira (médico) e Tayana Guerra (enfermagem) também participaram do encontro.

"Estamos agendando um novo momento no qual receberemos os secretários na nossa unidade, pois é importante que todos conheçam e possam ser parceiros, para assim ampliarmos ainda mais o atendimento à população da região" - Finalizou Gustavo Amorim.


Teori Zavascki morre aos 68 anos após queda de avião em Paraty



Do G1

Relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), o ministro Teori Zavascki morreu na tarde desta quinta-feira (19), aos 68 anos, após a queda de um avião em Paraty, no litoral sul do Rio de Janeiro. A morte de Teori foi confirmada pelo filho do magistrado Francisco Zavascki em uma rede social.

Às 18h05, o filho do ministro, Francisco Prehn Zavascki, escreveu no Facebook: "Caros amigos, acabamos de receber a confirmação de que o pai faleceu! Muito obrigado a todos pela força!". Às 17h22, ele já havia publicado: "Amigos, infelizmente, o pais estava no avião que caiu! Por favor, rezem por um milagre".

No meio da tarde desta quinta, chegou ao STF a informação de que o nome do ministro estava na lista de passageiros da aeronave que caiu no litoral fluminente. A lista foi entregue para a presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, e também para o presidente da República, Michel Temer.

A Infraero informou que a aeronave prefixo PR-SOM, modelo Hawker Beechcraft King Air C90, decolou às 13h01 do Campo de Marte, na capital paulista. O avião é de pequeno porte e tem capacidade para oito pessoas.

A Anac informou que a documentação da aeronave estava em dia, com o certificado válido até abril de 2022 e inspeção da manutenção (anual) válida até abril de 2017.

O dono e operador da aeronave é o Hotel Emiliano, segundo informações de abril de 2016 disponíveis no Registro Aeronáutico Brasileiro, documento divulgado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que reúne uma relação de todas as aeronaves brasileiras certificadas pela Anac.

Viúvo desde 2013, Teori deixa três filhos. Ele se tornou ministro do STF em 2012 por indicação da então presidente da República, Dilma Rousseff.

O magistrado teve o nome aprovado no Senado com 54 votos favoráveis e quatro contrários. Ele substituiu o ministro Cezar Peluso, que havia se aposentado no mesmo ano.

Natural de Faxinal dos Guedes (SC), Teori também foi ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), presidiu o Tribunal Regional Federal da 4ª região (Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná) entre 2001 a 2003 e atuou como juiz do Tribunal Regional Eleitoral na década de 1990.

Ele ingressou na carreira jurídica em 1971, em Porto Alegre, como advogado concursado do Banco Central, onde atuou por sete anos. No anos 80, o magistrado se transferiu para a superintendência jurídica do Banco Meridional do Brasil.

A queda do avião

Segundo o aeroporto de Paraty, o avião saiu de São Paulo (SP) e caiu a 2 quilômetros de distância da cabeceira da pista. De acordo com a Força Aérea Brasileira (FAB), quatro pessoas estavam a bordo.

Por volta de 14h50, a Polícia Militar disponibilizou uma lancha para auxiliar as buscas. A Capitania dos Portos e o Corpo de Bombeiros também trabalhavam no resgate.

Na tarde desta quinta, a Infraero informou ao G1 que a aeronave prefixo PR-SOM, modelo Hawker Beechcraft King Air C90, decolou às 13h01 do Campo de Marte, em São Paulo (SP), com destino a Paraty. A aeronave é de pequeno porte e tem capacidade para oito pessoas.

O dono e operador da aeronave é o hotel Emiliano, segundo informações de abril de 2016 disponíveis no Registro Aeronáutico Brasileiro, documento divulgado pela Agência Nacional de Aviação Civil que reúne uma relação de todas as aeronaves brasileiras certificadas pela Anac.



Temer diz que saques de contas inativas do FGTS será de qualquer valor



Da REUTERS/Foto: Ueslei Marcelino

O presidente Michel Temer disse nesta quinta-feira que os saques de contas inativas do FGTS, anunciados pelo governo no final do ano passado, serão de qualquer valor, em resposta a reportagem publicada na imprensa nesta quinta-feira.

"Não houve nenhuma modificação, quem tiver dinheiro nas contas inativadas vai sacá-las por inteiro", afirmou Temer. Segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo, o governo estaria estudando criar um mecanismo para restringir os saques de contas inativas com valores mais altos.

Temer falou, em discurso durante o lançamento do pré-custeio da safra 2017/18, da importância de ter apoio da sociedade para governar. Ao ressaltar que falava da "sociedade produtiva", aproveitou para criticar a oposição. "Se você não tiver o apoio da sociedade, você dificilmente consegue governar, da sociedade produtiva", disse em discurso.

"Não digo daqueles que na verdade tentam apenas fazer oposição e alardeiam", afirmou. "A sociedade que aqui está é uma sociedade produtiva do nosso país", acrescentou Temer para um público de representantes do agronegócio. O governo está liberando 12 bilhões de reais para o pré-custeio da safra. O valor, informado à Reuters por Temer na segunda-feira, é 2 bilhões de reais superior ao oferecido para o pré-custeio da safra 2016/17.

120 anos de Lampião será comemorado em Serra Talhada

O município de Serra Talhada, no sertão de Pernambucano, está comemorando os 120 anos de nascimento de Virgulino Ferreira da Silva, popularmente conhecido como Lampião, “O Rei do Cangaço”.

Nascido em 7 de julho de 1897, no Sítio Passagem das Pedras, zona rural da Capital do Xaxado, conforme consta na certidão de nascimento do Cartório São João do Barro Vermelho. Lampião foi o segundo filho dos oito tidos por José Ferreira da Silva e Maria Selena da Purificação. Virgulino iniciou sua vida de cangaceiro pelo sertão nordestino após o assassinato dos seus pais. Na época, alistou-se a tropa de Sinhô Pereira para ingressar na vida de bandido e herói daquele tempo.

Em poucos meses, Lampião começou a ganhar notoriedade no meio dos outros cangaceiros. Em 1922, Sinhô Pereira se aposentou do cangaço, e Virgulino assumiu a liderança do bando.

Em 1938, o bando de Lampião acampa na Fazenda de Angicos, no sertão de Sergipe – na época, era o esconderijo mais seguro dos cangaceiros. No entanto, na noite de 28 de julho daquele ano, Pedro Cândido denunciou a localização do bando e a elite do tenente João Bezerra e sargento Aniceto Rodrigues da Silva invadiu o local e matou os cangaceiros do bando. Poucos conseguiram fugir e 11 cangaceiros, incluindo Lampião, foram mortos no local. Após a derrota, as 11 cabeças dos cangaceiros foram arrancadas e expostas para população daquele Estado para mostrar o que acontecia com quem desobedecia as leis brasileiras.

De acordo com a Secretaria de Cultura e Turismo de Serra Talhada, durante este ano, todos os eventos realizados carregaram o slogan e selo “120 anos de Lampião”.

Serra Talhada
Município brasileiro localizado no Estado de Pernambuco, na região Sertão do Pajeú. É conhecido como a “Capital do Xaxado” e fica localizada a 415 km do Recife, a capital do Estado.

Serra Talhada é considerada a segunda cidade mais importante do sertão de Pernambuco, sendo a principal da mesorregião do Pajeú. A cidade é polo em educação, saúde e comércio, possuindo uma população de quase 100 mil habitantes.


Candidato à presidência da Câmara, Jovair Arantes se reúne com deputados em Pernambuco



A Cidade do Recife receberá na próxima sexta-feira (20) o líder do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) na Câmara, Jovair Arantes (PTB/GO). O Petebista é candidato à presidência da Casa Legislativa e vem à cidade apresentar suas propostas aos deputados federais pernambucanos. A conversa entre os parlamentares acontecerá no Restaurante Tapa de Cuadril, localizado no Bairro de Boa Viagem, Zona Sul do Recife.

Para proporcionar uma base sólida na cidade, os deputados federais Jorge Côrte Real (PTB/PE), Ricardo Teobaldo (PTN/PE) e Zeca Cavalcanti (PTB/PE) estão prestando todo o apoio necessário à comitiva, que chega de Brasília no Aeroporto Internacional do Recife por volta das 8h da manhã.

Antes do almoço/reunião com os deputados federais, Jovair também se encontrará com o Governador do Estado de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), no Palácio do Campo das Princesas, área central do Recife, e com o Senador Armando Monteiro Neto (PTB), em seu gabinete, no bairro da Ilha do Leite.

O almoço será por adesão e está marcado para começar por volta das 11h30. Após a reunião, prevista para encerrar de 13h30, será liberada a entrada da imprensa. Não será necessário um cadastramento prévio dos jornalistas.

Armando Monteiro e Pimentel articulam recursos para Araripina com ministro da Saúde



O prefeito de Araripina, Raimundo Pimentel (PSL), e o senador Armando Monteiro (PTB) foram recebidos, nesta quarta-feira (18), pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros. Na reunião, o prefeito apresentou as principais demandas do município para melhorar a estrutura de saúde da cidade. Entre os pleitos, estão a ampliação das unidades de saúde da família, implantação de centro de reabilitação e de um centro de especialidades odontológicas.

O ministro Ricardo Barros mostrou interesse e disposição para avaliar as necessidades e soluções para as demandas de Araripina.

Segundo o senador Armando Monteiro, Araripina é um polo importante no sertão pernambucano, uma cidade com 86 mil habitantes, que precisa melhorar o nível de atendimento à sua população. “Nesse sentido, serei sempre um parceiro do prefeito e dos cidadãos de Araripina”, afirmou o petebista.

O prefeito Raimundo Pimentel realçou que “Armando Monteiro tem papel importante nessa articulação essencial, de buscar recursos federais para nossa cidade, principalmente na área de saúde e infraestrutura”. Nesta quarta-feira (19), eles devem se reunir com o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho.

Fab Lab Recife realiza primeira Virada Maker do Brasil

Uma maratona com mais de vinte e quatro horas de atividades, com palestras sobre urbanismo, robótica, moda digital, oficinas de impressão 3D e soluções tecnológicas para melhorar a infraestrutura urbana. A primeira Virada Maker do Brasil será realizada no Recife, nos dias 28 e 29/01. A ideia é propor novas vivências e a imersão do movimento no cotidiano das cidades.

A maratona inicia um dia antes, (27/01), com o Makeathon Fab City, que pretende desenvolver em 48 objetos físico-digitais, soluções para problemas urbanos e promover a produção local. Além das ações colaborativas, haverá ainda palestras,oficinas, Fab Café com rodadas de negócios e Mercado Maker, com venda e exposição de produtos.

A abertura da programação começa com Heloísa Neves, do WE FAB (SP), que participa do lançamento do Movimento Mulheres Makers (MMM), às 10h. Silvio Meira encerra o ciclo, às 20h, compartilhando o tema "Prototipando o futuro". À noite, acontece o Fab Night, na rua da Alfândega, com o Som na Rural, bandas, Djs convidados. No dia 29, será realizado o Fab Kids (oficinas para crianças) e a Praia do Capibaribe.

As inscrições para o Makeathon Fab City, palestras e oficinas podem ser feitas através do www.viradamaker.com.